Scroll Top

Dicas para ser um ótimo Revendedor

Conheça mais

O vendedor eficaz deve trazer no seu perfil a simpatia, uma rede de contatos bacana, facilidade de lidar com pessoas, entre outras habilidades. Essas características também devem fazer parte do cotidiano daqueles que pretendem revender produtos, independente do segmento, pois estão entre os essenciais para fidelizar a clientela.

O revendedor de um produto qualquer, precisa, antes de mais nada, conhecer a fundo o seu ramo de atuação, pois assim fica mais fácil transitar. Estabelecer uma lista de possíveis clientes também é importante, porque dessa maneira a divulgação tende a ser mais eficaz.

 

Algumas dicas

Para se ter uma ideia, o bom revendedor está sempre estabelecendo  “networking” novos, uma vez que essa estratégia faz parte dos negócios. Assim, quando a sua lista de clientes parecer limitada, probabilidade de estendê-la pode ocorrer por meio desse mecanismo.dicas para revendedores

Os cursos de capacitação de vendedores, sobretudo, as palestras e seminários relacionados ajudam muito aqueles que ainda não sabem lidar direto com esse sistema de revenda. Ele também é ótimo para o candidato estabelecer metas reais, bem como auxilia na motivação.

O revendedor deve traçar bem os seus objetivos, que sejam diários, semanais, mensais ou anuais. Cada um desses precisa ter um prazo. Buscar entender o que o consumidor pensa a respeito do produto é importante, pois isso ajuda a delimitar as estratégias.

Durante o processo de venda, o cliente precisa compreender que tipo de benefício ele terá. Algumas marcas de cosméticos, por exemplo, deixam claro que elas estão vendendo bem-estar, beleza, versatilidade, entre outros atributos. Conhecer um pouco de marketing pode ajudar o revendedor a criar a sua abordagem.

 

Cursos que você deve fazer (super indicador)

 

Revenda pode virar negócio

Aqueles que tem o interesse de abrir um negócio destinado a revenda de produtos, deve, antes de mais nada, conhecer o mercado, bem como o posicionamento da marca que se deseja trabalhar. A internet  tende a ser uma aliada nesse processo de distribuição, pois o empresário revendedor tem a oportunidade de realizar as suas entregas via Sedex, dependendo do tipo de produto.

Ou seja, o seu serviço não fica limitado ao trabalho porta-a-porta ou contato frequente por meio de ligações com os clientes. Nesse caso, o conhecimento a respeito da abordagem virtual é necessário. Hoje em dia é possível encontrar esse tipo de ensinamento, numa breve busca no Google. Lidar com a revenda em plataformas virtuais, como as redes sociais, por exemplo, requer preparação a fim de que a execução seja positiva.

 

Lojas virtuais

Uma maneira de comprar produtos mais baratos é recorrendo às fábricas, ou seja, produtos direto da fábrica. As ditas lojas virtuais podem ajudar o revendedor nesse sentido, porque há layouts prontos. O empresário paga apenas uma mensalidade para ter o direito de usar e gerencia os  seus itens como melhor desejar. Para mais detalhes vale muito consultar plataformas como a loja da UOL, Loja Integrada, Like Store, entre outras.

 

Outras  formas de revender

Ainda existe a possibilidade de revenda por meio de catálogos, como Avon, Jequiti, entre outras marcas que trabalham com esse tipo de sistema.

Mais Artigos:

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: