Scroll Top

Quanto ganha um Técnico em Eletromecânica?

Técnico em Eletromecânica

 

Assuntos relacionados ao eletromagnetismo são datados desde o século VI a.C. Entretanto, os primeiros estudos começaram no século XVI. As anotações foram do inglês William Gilbert, que estudou de maneira sistêmica os efeitos eletromagnéticos. Com o passar dos anos, as experiências avançaram, sendo assim, Paul Nipkow, em 1885, foi o responsável por patentear o primeiro sistema relacionado para televisão. E na década de 80, as máquinas de escrever com motor elétrico começaram a ser desenvolvidas.

 

O termo eletromecânica passou a ser difundido nos anos 60, mas somente em meados da década seguinte que o primeiro curso da área foi implantado no Brasil, pelo Colégio Técnico da Rede Ferroviária Federal RFFSA, que era destinado para a formação em manutenção na área elétrica. Desde a sua formação, o curso passou por reformulações, a fim de ajustar a matriz curricular com as aplicações necessárias no mercado de trabalho.

 

Vale lembrar que a opção está disponível na grade do Pronatec, que disponibiliza dentre outras opções, de forma gratuita. Os interessados precisam estar cursando ou ter concluindo o ensino médio ou mesmo trabalhadores que buscam capacitação inicial ou continuada. Demais informações a respeito podem ser conferidas no site oficial. O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego existe desde de 2011 e é uma iniciativa do governo federal.

“Trabalho OFFSHORE costuma ter salários maiores no mercado”

 

Exigências

A matriz curricular foi adaptada para atender às demandas do mercado profissional atual. O estudante passa a ter contato com disciplinas específicas como desenho técnico, mecânica quanto ganha técnico em eletromecanicaaplicada, processos de fabricação, robótica aplicada, máquinas térmicas e de fluxo, eletrônica digital, eletricidade básica, mecânica aplicada, programação de equipamentos industriais, além de temas como português, metrologia e projetos.

 

Perfil

O profissional está habilitado em lidar com coleta de dados técnicos, elaboração de orçamento para compra de equipamentos e materiais, regulagem de máquinas e outros equipamentos, projeção e execução de pequenas máquinas, além de outras habilidades relacionadas com o curso. Além disso, pode lecionar temas referentes à sua experiência profissional e atuação.

 

Quanto tempo dura?

O curso dura cerca de 1200 horas, todavia, essa carga pode variar, por conta da metodologia exigida em cada instituição.

 

Quem pode participar?

Estudantes do ensino médio ou mesmo concluintes estão aptos para participar de um curso como esse.

 

Documentação

Para a matrícula são necessários: RG, CPF, comprovante de residência, além do certificado de conclusão do ensino médio ou declaração para os estudantes ainda estiverem em curso.

 

Mercado de trabalho

De forma geral, os profissionais técnicos estão em alta, porque há uma grande demanda por parte das empresas, mas a probabilidade de mão-de-obra qualificada não acompanha essa evolução. Os profissionais podem atuar em indústrias da iniciativa privada, bem como no setor público por meio de concursos públicos. Também pode atuar como profissional liberal ou mesmo lecionar em temas de sua competência.

 

Quanto ganha?

No início da carreira, o profissional chega a ganhar uma média de 2 mil reais. Mas com a evolução da carreira, ganho de experiência e especializações que agregam, essa margem pode superar 5 mil reais.

Profissionais OFFSHORE do ramo petroquímico chegar ganham acima de 5 mil reais mensais.

Mais Artigos:

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: